Mitos e verdades sobre os dentes do siso

Os terceiros molares definitivos, mais conhecidos por “dentes do siso” ou“ dentes do juízo”, correspondem aos últimos dentes definitivos a aparecer em boca, normalmente entre os 18 e os 21 anos.

Tendo em conta todas as questões que diariamente nos chegam em relação a estes dentes, resolvemos esclarecer algumas dúvidas e também desmistificar alguns conceitos.

“Tenho que tirar os dentes do siso?”

Esta é uma questão especialmente frequente, sendo que a resposta é, talvez.

Os dentes do siso, sendo os últimos a nascer, por vezes já não têm espaço nos maxilares para se posicionarem corretamente, principalmente em maxilares pouco desenvolvidos (que derivado à tendência de dietas cada vez mais moles, existem cada vez mais). Isto faz com que eles fiquem retidos ou parcialmente retidos no osso, dificultando a higiene na região e promovendo situações de inflamação ou infeção na zona. Nestas situações sim, devemos extraí-los.

“Os dentes do siso são os responsáveis pelo facto de os meus dentes da frente estarem a entortar ”

Provavelmente uma das afirmações mais controversas, mesmo entre a comunidade científica. Em tempos, pensou-se realmente que estes dentes seriam os grandes responsáveis por apinhamentos nos dentes anteriores e por reaparcemento de doenças após tratamentos ortodônticos, levando a que esta ideia se difundisse também pela maioria da população.

No entanto, hoje em dia, sabe-se que estes não são os grandes responsáveis por esse apinhamento, apesar de se aceitar que podem contribuir para ele. Na nossa boca, principalmente no maxilar inferior, existe uma tendência natural para um movimento dos dentes no sentido postero-anterior (de trás para a frente), sendo que se acredita que esse seja o principal fator que provoca apinhamento anterior. A prova disso são estudos em indivíduos que sempre tiveram os dentes alinhados e aos quais lhes foram extraídos os dentes do siso e que, mesmo assim, com o passar dos anos, se verificou que os dentes anteriores começaram a apinhar (entortar).
Resumindo, os dentes do siso não são os principais responsáveis pelo entortar dos dentes e a única forma de prevenir isso é uma contenção ortodôntica, mesmo em quem não fez tratamento ortodôntico.

“No futuro as pessoas não vão ter dentes do siso”

Tendo em conta a teoria evolucionista, acredita-se que esta afirmação é verdadeira e que no futuro os dentes do siso se tornarão um “órgão” obsoleto e que, portanto, dada a falta de função, deixarão de se desenvolver.
A grande causa disso é a alimentação do Homem moderno, cada vez mais baseada em alimentos muito processados e que não requerem uma mastigação tão vigorosa, comparativamente aos nossos antepassados, que antes da descoberta do fogo, nem sequer cozinhavam a carne.
Na verdade, hoje em dia já existem pessoas que não têm dentes do siso ou que têm dentes do siso mais pequenos.

“Tirar os dentes do siso dói?”

mitos-verdades-dentes-siso-esmalte-clinic

A cirurgia para extração dos dentes do siso é geralmente realizada através de anestesia local, sendo que procedimento é completamente indolor.
Todo o desconforto associado vem no pós-operatório, sendo que depende da complexidade da cirurgia em si (factores como o posicionamento do dente, tipo de osso do maxilar ou mesmo anatomia das raízes do dente, podem tornar a cirurgia mais complexa).
No entanto, não se preocupe, todo esse desconforto é minimizado ou eliminado através de medicação e indicações de cuidados prescritos pelo médico, por isso, siga à risca tudo o que lhe indicarem.

Marque já a sua consulta